Hoje iremos iniciar no blog a série especial “Apps Mobile”, sobre as diferentes áreas envolvidas na criação de aplicativos, abordando as etapas e desafios do processo de desenvolvimento. Neste primeiro post falaremos do Design de Apps Mobile.

A importância do Design no Desenvolvimento de Apps Mobile

Engana-se quem pensa que Design de Aplicativos trata apenas de escolher uma cor e uma fonte de letra “bonita” para o aplicativo.

Como qualquer outro produto, para se criar um aplicativo, é imprescindível utilizar o design para lançar no mercado um produto de excelência (afinal, seu app precisa chamar atenção do usuário logo de cara).

ux-aplicativo-mobile-design
Aparência x Usabilidade

Mas vamos por partes, depois de determinar os pontos principais no seu aplicativo (funcionalidades e público-alvo) é preciso pensar na interação do usuário com ele, e nesse ponto entra o design.

Experiência do Usuário

É o profissional de design que cria toda essa interação entre app e pessoa, a chamada Experiência do Usuário (ou UX para os íntimos), é na UX que são definidas como todas as funções do app vão se comportar, ela que coloca tudo em ordem, claro colocando em prioridade proporcionar a melhor experiência para o usuário ao utilizar o aplicativo.

Colocando em prática, se você ao usar um aplicativo sente que ele é de fácil manuseio, que as funções possuem uma ordem que combinam, que tudo que o app se propôs em oferecer está lá e de fácil acesso, então agradeça ao design que fez uma UX pensando na melhor maneiro de oferecer tudo isso para você.

UX-Aplicativos-mobile-blog

UX – User Experience

Interface do Usuário

Mas claro, não adianta um aplicativo simples de usar mas que não chame atenção ou chame atenção da maneira errada. E para isso existe a Interface do Usuário (ou apenas UI). É na UI que é feita toda a “cara” do app, são determinadas as cores, fontes de letras, ícones, tamanho dos botões, enfim, toda a aparência do aplicativo.

Ah, não vá pensando que é apenas para escolher uma cor bonitinha, jogar um “comic sans” (pelo amor do amor não use comic sans) e espalhar no wireframe que está pronto.

Ui-move-me

UI – User Interface App Move.Me (SESC-SP)

Em suma, quando o assunto é design, imagina-se logo a preocupação com valores estéticos (o que é muito importante também), mas esta ferramenta vai além disso, cabe ao designer a função de tornar a experiência do usuário algo único e positivo. As formas seguirão as funcionalidades, ou seja, nada pode ser colocado por acaso.

Toda a aparência das telas é escolhida (com base no que foi determinado pela UX) dependendo do estilo do seu aplicativo e dos seus usuários. Se você quer fazer um app de receitas, ele tem que ter a cara de um app de receitas, ou uma aplicação de atividade física, tem que ter a cara de um app que te chame para levantar do sofá e correr.

Enquanto o projeto está sendo executado, surgirão problemas, ideias, alterações mas o mais importante é conseguir encontrar soluções práticas e criativas para tudo isso.

workpoint-aplicativo

UI – User Interface App WorkPoint (Tap4)

Gostou do post? Se interessa por tecnologia e quer estar por dentro deste e de outros assuntos? Então, fique ligado na continuação da série especial “Apps Mobile”.

No próximo post falaremos sobre um aspecto importante no processo de desenvolvimento de projetos mobile: a Linguagem de Programação.

Apps Mobile – Design

Gostou do Post? Curtiu o Blog da Tap4. Conte aos seus amigos, compartilhe!